Psicologia do consumo

Não podemos negar o nosso comportamento e a psicologia por detrás do nosso consumo, das nossas escolhas, relacionadas com o consumo material.

Segundo vários estudos, as razões que nos impele ao consumo podem ser várias e muito diferentes, passando pelo desejo de suprir uma necessidade, assim como por simples prazer de possuir, mas a maioria das vezes está menos relacionado com a compra do objecto em si, mas sim pelo acto e motivação da compra, sendo fácil sucumbir à tentação de comprar por impulso sem considerar as consequências.

Varias sociedades modernas são caracterizadas sobre a crença de “ter é ser” e acabam por definir-se individualmente e ao outro em termos do que possuem, todavia, entender, construir, manter a resiliência, questionar sobre o modo como somos seduzidos para o consumo, nunca foi tão imperativo.

Vivienne Westwood: “comprar menos, escolher bem, fazer com que as coisas durem, preferir qualidade e não quantidade”

 do livro "the psychology of FASHION" de Carolyn Mair

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.