A arte de fazer escolhas!

“Preferimos não ter de escolher.

Para escolher, teríamos de discernir. Para discernir, teríamos de pensar.

Parar para pensar parece complicado demais, e triste, quando na verdade deveria ser interessante.

Então seguimos a manada, infantilizados e superficiais.

Talvez sem maiores angústias, mas certamente sem maiores prazeres, conquistas, êxtases e alegrias.”

Lya Luft

2 Comments

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s