A arte de fazer escolhas!

“Preferimos não ter de escolher.

Para escolher, teríamos de discernir. Para discernir, teríamos de pensar.

Parar para pensar parece complicado demais, e triste, quando na verdade deveria ser interessante.

Então seguimos a manada, infantilizados e superficiais.

Talvez sem maiores angústias, mas certamente sem maiores prazeres, conquistas, êxtases e alegrias.”

Lya Luft

2 Comments

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.