A consciência é a tendência!

Foto de Walter Vogel. A dançarina e coreografa Pina Bausch. Alemanha, 1965.

Vestir com pertença, vestir com amor, será sempre o princípio para vestir bem!

Quando vestimos as peças que amamos, apropriamos-nos das mesmas, e não são elas, as peças, que se apropriam de nós, elas tornam-se a extensão de nós mesmos! Engrandecem-nos, empoderam-nos, energizam-nos, dão-nos a confiança necessária para encararmos as várias situações do dia a dia, da nossa vida.

Amar a peça é o requisito, a exigência para uma escolha, para a compra de qualquer peça de roupa a acrescentar no nosso guarda-roupa.

Requer tempo, conhecimento de nós mesmos, saber o que se adequa a nós e à nossa vida, mas uma vez comprada, “A peça”, em consciência, ela vai transformar-nos!

Devemos pensar mais no que somos e o que queremos, estar confortáveis com o que usamos.

Vestir  conscientemente talvez seja a declaração de moda mais relevante nos dias de hoje.

A consciência é a tendência!

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.